sábado, setembro 30, 2023
HomeFórmula 1Norris riu de Verstappen: “Nunca tinha visto carro tão ruim” - Notícia...

Norris riu de Verstappen: “Nunca tinha visto carro tão ruim” – Notícia de Fórmula 1


A falta de performance da Red Bull no GP de Singapura de domingo (17) foi motivo de piada. Lando Norris assumiu que riu da situação de Max Verstappen e afirmou que “nunca tinha visto um carro tão ruim antes”.

Em Marina Bay, a Red Bull passou longe da performance dominante que vinha exibindo até então. Verstappen e Sergio Pérez ficaram fora do top-10 da classificação e conseguiram avançar apenas até quinto e oitavo, respectivamente, na corrida.

Lando Norris achou graça da dificuldade da Red Bull em Singapura (Foto: Reprodução/F1)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Segundo colocado no GP de Singapura, Norris se mostrou impressionado com a queda de rendimento da equipe comandada por Christian Horner.

“Não sei com o que eles tiveram dificuldade neste fim de semana”, disse Norris. “Quando assisti à onboard [de Max Verstappen] ontem, eu meio que ri, pois nunca tinha visto um carro tão ruim antes”, seguiu.

“Max também riu disso, então vamos ver o próximo fim de semana. Acho que, provavelmente, estarão de volta ao topo”, previu.

Ainda, o titular da McLaren destacou que o campeonato da F1 seria muito mais equilibrado se a Red Bull não tivesse tanta vantagem em relação aos rivais.

“Se a Red Bull não estivesse aqui, eu já teria duas vitórias”, comentou. “Acho que sempre tiveram ótimas batalhas. Às vezes, é aquele pelotão do ‘melhor do resto’. Agora, o ‘melhor do resto’, não diria que somos apenas nós, não acho que a Aston este assim tão longe e eles estavam, no início da temporada, muito próximos, mas perderam um pouco. A AlphaTauri foi muito rápida neste fim de semana, só não conseguiram colocar tudo no lugar quando precisavam”, avaliou.

“Acho que é ótimo. Normalmente, se você no tem a melhor equipe lá, a melhor equipe sempre parece dominar e tirar o espetáculo do resto de nós. Mas, normalmente, se você tirasse a Mercedes alguns anos atrás ou a Red Bull agora, as batalhas pelo resto das posições sempre foram incríveis e teríamos muitos vencedores diferentes e muitos vencedores diferentes toda corrida ou ao longo da temporada”, considerou.

Vencedor em Singapura, Carlos Sainz Jr. foi o primeiro piloto não-Red Bull a triunfar no ano, mas não vê o triunfo da Ferrari como um novo rumo para a temporada.

“Acho que Singapura nos deu uma chance e nós aproveitamos, mas ainda acho que a Red Bull vai estar lá no resto da temporada e eles serão muito, muito, muito, muito difíceis de bater”, previu. “Só acho que seria ótimo pra a F1 se Ferrari, McLaren, Mercedes, Aston, se fossemos aqueles dois ou três décimos mais rápidos em todas as corridas para desafiá-los no ritmo de corrida. Acho que as corridas neste ano provavelmente seriam incríveis e oito pilotos estariam lutando pela vitória, um pouco como o que vimos hoje, com quatro ou cinco caras lutando pela vitória em uma pista de rua”, ponderou.

“Isso só mostra o potencial que a F1 tem de criar um show incrível. Mas a verdade é que, se a Red Bull acertou o carro deles e estão fazendo um trabalho tão incrível, eles merecem vencer tudo que estão vencendo”, assumiu.

Lewis Hamilton, por sua vez, avalia que a Red Bull já pode ter direcionado os esforços para 2024, já que começou a temporada com uma enorme vantagem em relação aos demais.

“Não estava observado muito os outros neste fim de semana, então eu realmente não sei o motivo de estarem fora do ritmo. Mas acho que é ótimo ver que os outros estão com eles. As McLaren conseguiram uma enormidade de ritmo, é ótimo ver que a Ferrari deu um passo, acho isso positivo”, comentou. “Mas acho que, provavelmente, eles não estão em desenvolvimento. Obviamente, a McLaren trouxe uma atualização aerodinâmica para cá — tem outros que estão trazendo atualizações —, [mas] eles estão desenvolvendo o carro do próximo ano. Eles, com certeza, migraram antes de nós”, frisou.

“Então, não, acho que é só uma daquelas coisas. Eles estão tão na frente que talvez estejam desenvolvendo menos o carro, enquanto nós ainda estamos desenvolvendo os nossos, mas o tempo vai dizer”, encerrou.

A Fórmula 1 dá sequência à temporada 2023 já na semana que vem, entre os dias 22 e 24 de setembro, com o GP do Japão, em Suzuka.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular!Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.




RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments