Saturday, February 24, 2024
HomeAlemanhaWaamonews » Brasil perde da Alemanha e não se classifica para Paris...

Waamonews » Brasil perde da Alemanha e não se classifica para Paris 2024 no basquete feminino


Brasil e Alemanha entraram para a última rodada do torneio pré-olímpico de basquete feminino deste domingo (11), no Ginásio Guilherme Paraense, em Belém, com o regulamento debaixo do braço. As brasileira precisavam vencer o jogo por oito pontos de diferença para se classificar e eliminar as rivais das Olimpíadas de Paris 2024. A partida foi equilibrada, mas alemãs reagiram no fim e conseguiram vencer por 73 a 71.

Com o resultado, as brasileiras terminaram em último do grupo, sem vitórias em três jogos, enquanto as alemãs, que se classificaram pela primeira às Olimpíadas, fecharam o pré-olímpico com duas vitórias e uma derrota. A Austrália foi a primeira colocada, invicta, enquanto a Sérvia terminou em terceiro lugar, com uma vitória apenas, contra o Brasil.

Os destaques da Alemanha ficaram por conta da ala do Dallas Wings Satou Sabally, que teve 20 pontos e 11 rebotes, e da ala-armadora Leonie Fiebich, que terminou com 22 pontos e os mesmos 11 rebotes. Atrás das duas, dez pontos para Nyara Sabally, irmã mais nova de Satou.

Pelo Brasil, três jogadoras controlaram as ações ofensivas. Kamilla Cardoso novamente liderou as brasileiras, com 19 pontos e 13 rebotes, sendo cinco ofensivos, mas acabou excluída com cinco faltas, ainda levando uma antidesportiva na saída, ao empurrar Satou. Damiris Dantas foi a cestinha, com 20 pontos, enquanto a experiente armadora Tainá Paixão teve 19 pontos, mas também seis desperdícios.

Agora, o Brasil tem como próximo objetivo a nível mundial a classificação para a Copa do Mundo da Alemanha, em 2026. A seleção brasileira feminina não se classifica ao evento desde 2014, quando terminou em 11º, ficando fora das últimas duas edições.

O jogo

O torneio pré-olímpico é um torneio nervoso por conceito, principalmente pela quantidade de jogos em pouco tempo: foram três em quatro dias. O Brasil mostrou isso no começo do jogo, quando saiu perdendo por 11 a 0 e mostrou que a noite em Belém não seria fácil. A seleção conseguiu reagir ainda no primeiro quarto, equilibrando as ações e voltando para o jogo. Ao fim da parcial, 19 a 14 para as alemãs.

No segundo quarto, novamente a Alemanha conseguiu forçar e abrir vantagem já nas proximidades do intervalo, quando teve dez pontos de frente (31 a 21 a 4:08). Repetindo a dinâmica que foi ao longo do primeiro tempo, o Brasil escalou novamente no placar e chegou a empatar na reta final (35 a 35), mas a Alemanha anotou os quatro pontos finais do primeiro tempo e foi para o intervalo com 39 a 35 no marcador.

Nervoso, o jogo caminho no terceiro quarto com trocas de cestas, sem que nenhuma das seleções conseguisse limitar a rival e emplacasse corridas sem resposta adversária. A parcial terminou empatada em 18 e alemãs foram para os último dez minutos com os mesmos quatro pontos de vantagem (57 a 53).

Precisando tirar quatro e colocar oito de frente, as brasileira tinham muito trabalho pela frente no quarto período, mas não conseguiram construir a escalada desde o início. O time brasileiro conseguiu virar o jogo a 4:33 para o fim, com bola de dois de Damiris que colocou 62 a 61 para o Brasil.

As brasileiras ainda conseguiram chegar 66 a 63 a 2:39 para o fim, mas o entrave entre Kamilla e Sabaly a 1:39 colocou qualquer fim à esperança com a exclusão da brasileira, melhor jogadora do time. A Alemanha chegou à virada na reta final para fazer história nacional.

(Foto: Reprodução site FIBA.com)




RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments